Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saber, droga da minha vida

Mesmo quando tudo fica escuro
Mesmo quando o ar parece faltar
Mesmo quando o nada insiste em existir
Mesmo assim eu quero persistir

O que seria do mundo sem sonhos
O que seria de mim sem esperança
O que seria do amanhã sem o hoje
O que seria do amor sem o ódio

Eu não posso fechar os olhos
Eu não posso tentar não ver
Alienação acalma a alma
Alma minha que não quer se acalmar

Por mas que o saber faça sofrer
O não saber angustia
O saber vicia, é uma droga que dá prazer
Droga sem a qual não quero viver

Alíria Branca
Alíria Branca
Enviado por Alíria Branca em 25/01/2007
Reeditado em 26/01/2007
Código do texto: T358906

Comentários

Sobre a autora
Alíria Branca
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
231 textos (11646 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 17:49)
Alíria Branca