Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nulo

Ontem a mesma noite, Sol, entra seriedade
Renega a claridade que fica na terra
Afasta, entristece ou proíbe ficar

Ou na terra dessa noite, tua desatenção some

No início do desconhecido vencido na terra

Pra deixar sóbria a indiferença, silenciar

A obscuridade oprimiu-se ou escureceu pouco menos

Desencantou-se pelo nulo desapegado
Dourado no negrume do rancor, no abismo nublado
Tu odeias elogiar o nascer da lua
Péssimo como tudo menos ele
Ou bestas pra desperceber e falhar
Na sua terra de trevas
Gustavo Schaefer
Enviado por Gustavo Schaefer em 15/03/2007
Reeditado em 14/05/2012
Código do texto: T413492
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Schaefer
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
43 textos (4015 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 20:13)
Gustavo Schaefer