Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doce porre

O tempo passa
A hora voa
A vida perde a graça
O amor perde a coroa.

O sonho ilude
O coração acostuma
O sofrimento é grude
Envolvido em espessa bruma.

A angústia é fera
A hipocrisia é rainha
E a última quimera
É a incerteza minha.

A boca escarrada
E a mão que apedrejou
Foi também afagada
Com palavras doces pela boca que beijou.

Enfim nessa vida
Toda de duplicidade
Abriu-se uma ferida
Provocada pela felicidade.

A dor também morre
E tudo está na inércia absoluta
Viver é um doce porre
E por fim encerra-se a luta.

Cícero – 24-10-94
Cícero Carlos Lopes
Enviado por Cícero Carlos Lopes em 03/10/2013
Código do texto: T4509205
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cícero Carlos Lopes
Ferraz de Vasconcelos - São Paulo - Brasil, 43 anos
374 textos (6600 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/19 12:00)
Cícero Carlos Lopes