Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VICIO GOSTOSO     Prosa poética para Ciranda 
Nadir A. D’Onofrio

Também estou nesse vicio gostoso, já engordei cinco quilos… Digitando tal uma, desvairada, dezenas de e-mails para respondere a, conexão travando... Quando que esse martírio terminará!
Hum... que saudade eu sinto!
Longe dos amigos, virtuais, não consigo ficar...
A fome  que chega, o almoço por fazer.
Depois... no micro retornar, digitar até a noite chegar,
jantar... nem pensar... tenho que conectar o MSN, ICQ sala de CHAT, não devo esquecer de praticar, também, o Adobe Photo Shop, PSP, Corel Draw. Não posso esquecer a poesia da Ciranda para terminar... Essa tal informática, que em minha cabeça entrou, desequilibrada me deixou...
Quero voltar para o sertão, sentar sob  o caramanchão, ouvir o canto dos pássaros, ver passar o gavião.
À noite, acender o lampião, dependurar minha rede, e no balanço gostoso... dormir, sonhar e esperar, meu grande amor...que vai chegar!
Dessa tal informática, não quero mais saber, vou esquecer!
Impossível... minhas malas já estou pegando, para a cidade grande voltando, sem meu computador e essa, tal ,Internet eu, não fico, não!
Sinto muito, meus pássaros, belo gavião, meu florido caramanchão...
Terei que dizer... Adeus... meu sertão!

10/01/2004 13;33
Praia Grande /SP
Respeite Direitos Autorais.



 
Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 26/02/2005
Reeditado em 18/09/2020
Código do texto: T5266
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Serra Negra - São Paulo - Brasil
947 textos (103371 leituras)
147 áudios (14216 audições)
12 e-livros (3173 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/20 17:18)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor