TODO DIA

Hoje esvaziada sinto tristeza

Distanciada da minha beleza

O encanto perdeu a proeza

Seu olhar fitou-me com frieza

Amanheceu, espiei a natureza

Tão bela, não podia perceber

Vidas, necessitam da riqueza

Que existe em novo alvorecer.

Cada dia traz seus segredos,

Cada instante breves medos

Mas, a vida nos faz intrépidos

Para suportar tod'os enredos.

Desejo renovações em meu ser,

nova alvorada, já estarei em pé

renovada de esperança e fé

Levanto, saudo lindo alvorecer,

Garanhuns(PE) - 14/11/2009 - reeditada

Carinhosamente "abraço" a luz de mais um dia e digo...

Bom dia, Deus querido!

Míriam DOliveira
Enviado por Míriam DOliveira em 09/03/2005
Reeditado em 29/01/2011
Código do texto: T6194
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.