Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Às noites

Às noites
Não há recompensa maior
Do que as vindas de lágrimas do corpo
Esforço árduo, merecido conforto
Sucesso é produto do suor.

Nada vai em mãos, mas ao redor
É hora de deixar de estar morto
Seguir rumo ao almejado porto
Onde tudo vem para o melhor.

Às noites que não precisam ser em claro
Não é necessário este sacrifício
Inspira-se não é algo sem faro.

Escrever é um grande hospício
Pesadelo quando não se tem preparo
Mas, jamais, um desperdício.

Há sempre como viver o início
O recomeçar não remete à despreparo
O aprendizado e os benefícios.

Às noites, doce reflexão
Estrelas, silêncio e abundância
Ideias, paisagens e circunstâncias
Aquecem e aceleram a inspiração.

Marcel Lopes
15/01/2018
Marcel Lopes
Enviado por Marcel Lopes em 15/01/2018
Código do texto: T6227105
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Marcel Lopes
Curitiba - Paraná - Brasil, 32 anos
670 textos (12773 leituras)
3 e-livros (53 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 01:18)
Marcel Lopes