Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Martelo e Bigorna . . .

Fui martelo por tanto tempo !
Hoje, sofro sendo bigorna...
Não penses que sempre estarás batendo,
Um dia baterão em ti !

Faz parte da vida, não há o que estranhar...
Um dia marreta outro dia bigorna !
Por isso, ao bater, sejas prudente
“Mão leve” em tuas pancadas...

Tu poderás esquecer-se de teus golpes,
Quem os recebeu, jamais esquecerá...
Sequelas ficarão, certamente
Indeléveis, muitas vezes...

Inocentes já foram condenados,
Encarcerados e açoitados
Desculpas e pedidos de perdão ? !
Para os injustiçados, pouca valia terão

Malho, ferramenta perigosa...
Na dúvida, melhor não usar !
Injustiças nunca serão perdoadas...
Pior... pedirão vingança !

                                                         Ofircopa



Ofircopa
Enviado por Ofircopa em 13/03/2018
Código do texto: T6279125
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Voce deve citar a autoria e o site www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ofircopa
Recife - Pernambuco - Brasil
384 textos (3372 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/06/18 22:40)