Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Texto Inspirado no poema Maldito Eros
De autoria da Poetisa Maria José Zanini Tauil
 
AMIGO EROS
Nadir A. D'Onofrio

Eros...Eros...
Que tempo bom!
Quando tudo o que dizias
Eu, louquinha, obedecia...
Mas não dizias só p'ra mim!
Essa era a diferença...
Inflamavas a dupla!
A fogueira rapidamente expandia
Eram chamas e faíscas,
Entre fronhas e lençóis.
Hoje amigo Eros, esqueceste de mim,
Ou melhor esqueceste de nós...

Onde está minha ousadia?
Intempestividade para amar.
O amor sem programar,
Sem hora ou local para acontecer,
Bastava estar perto dele,
Era lenha, fogo e você atuante...
Oxigênio do nosso amor!
O que deixei de fazer,
Que me abandonaste?
Eros...veja só...eu aqui...ele ali...
Nos olhamos e nada mais sentimos,
No lugar do amor aninhou-se a amizade.
Você sem consultar-me fez a substituição...
O prazer da cama, pelo prazer da mesa.
Hoje amigo Eros... haja restaurante!
Até a silhueta tão esbelta e bonita
Cedeu lugar à gordura e celulite...

10/09/2005/18:00
Santos/ SP


 

Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 24/10/2005
Reeditado em 07/08/2020
Código do texto: T62985
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Serra Negra - São Paulo - Brasil
947 textos (103349 leituras)
147 áudios (14212 audições)
12 e-livros (3173 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/11/20 04:04)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor