Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sal

Fica sob o céu de fita, cassete gravado,
No antigo palacete todo manufaturado;
Finca as mãos na tinta e deixa borrado,
O papel com o sal da lágrima e do suor.

Trinca os dentes com raiva e o despudor,
É a criatura sem  valor e o rir dela e para;
E o virar o rosto, virar  a face, virar a cara,
Ter sede, beber mesmo uma água amara.

Comer fruta podre, do pé caída, passada,
No pão, em manhãs cinzas e de céu azul;
Estrelas em noite cheia, clara e enluarada,
Saber-se vestido, ainda que o coração, nu.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 30/08/2019
Código do texto: T6733405
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 49 anos
1478 textos (46437 leituras)
4 áudios (219 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/08/20 03:01)
Meri Viero