Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como expor nossas necessidades, sem tanto expor ??

Como expor nossas necessidades, sem tanto  expor ??

Lendo ou estudando sobre Comunicação não violenta
Entendi ou captei que uma das mais importantes formas de nos comunicar
É expor o que nossas necessidades
De uma maneira objetiva, sem rodeios
Não tão trumbicada
Além de, claro, a outra parte
Ativamente escutar sem julgar

No entanto, como podemos fazer isso
Sem precisar nos expor tanto
Sem precisar dizer coisas nossas, como feridas profundas...
Que muita gente, digamos, mais malidicente
Poderia usar para nos prejudicar ??

Não me lembro do livro que li
Ou mesmo os vídeos que assisti
Terem falado sobre isso
Só sei que muitos de nós vivemos
Em mundos em que, de maneira violenta
E, por vezes, atroz...
Quer é mais se comunicar

Nesse contexto, realmente, fica complicado
E ouso dizer, impossível...
O que queremos
Mesmo com tão boas razões...
Expressar

Poderia até dizer que o único jeito
De nos expressar com as pessoas
Seria por meio de mandingas,
Manipulação ou mesmo sedução...
Mas, não acho que é dessa forma
A comunicação não violenta
Nos ensina a nos expressar

Segundo o livro, em termos gerais
Da maneira como compreendi
Podemos expor nossas necessidades
Por meio de linguagem positiva ou construtiva,
Clara, objetiva
Onde evitaríamos nosso interlocutor criticar
 
Sim, ainda segundo tal livro,
Devemos sim manifestar nossos sentimentos
Fazendo pedidos, de uma forma compassiva
Evitando exigir o que sequer
Somos capazes de dar

Buscar sempre interagir com tal pessoa
No sentido de que nos responda
Se compreendeu o que buscamos expressar
Ao passo que também envidemos esforços no sentido de suas necessidades ativamente escutar

E escutar com empatia
Sem tantas interrupções, conselhos,
Julgamentos...
Mas, buscando nos mostrar presentes
No ato de ativamente escutar

Dessas maneiras e tantas e tantas outras
Explicadas no livro e tantos livros e vasto material
Pode-se chegar a um bom termo
Em tantos assuntos da vida
Sem tanto agredir ou machucar

Agora, dizer que não nos expomos
Ou não saímos da nossa concha
Seria uma falácia daquelas...
Não há como negar

Afinal, esse tipo de comunicação
Demanda um grau muito intenso
De franqueza, lealdade recíproca
Diria até vulnerabilidade entre todas as partes envolvidas...
Afinal, o que outrora embrutecíamos
Se quisermos solucionar tantas questões delicadas e nada banais
Temos mais é que ser capazes de humanizar
 
RenataFly
Enviado por RenataFly em 07/11/2019
Reeditado em 08/11/2019
Código do texto: T6789664
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RenataFly
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 42 anos
8489 textos (106870 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/19 21:38)
RenataFly

Site do Escritor