Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEUS POETRIX (na natureza)

Meus poetrix (na natureza)


cai à noite
com seu manto negro
me encobre

eu saio a rua
procuro no escuro
encontrar a lua

mas ela não vem
o céu esta nublado
estrelas não têm

sento na calçada
ainda com esperanças
a brisa sopra gelada

de repente chove
relâmpagos cruzam o céu
a natureza explode

na voz do trovão
que se perde na distancia
a cantar sua canção

saio da calçada
no ar sinto o cheiro gostoso
de terra molhada


sinto escorrer
pelo meu corpo a chuva
com frio a tremer

da chuva me despedi
voltando para casa molhado
seguido pelo trovão, parti!













Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 25/11/2005
Código do texto: T76000
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 73 anos
2317 textos (154331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/02/20 07:00)
Volnei Rijo Braga