Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Infante

Era triste doçura de menina
A tarde na rua, brincava de boneca.
Sorria, chorava, dormia...
Também amava,
Mas não sabia que cresceria.
Nem dos poderes que a vida lhe daria
E dos deveres que cobraria.

Da carne, pecaria
Da noite perderia
Da vida, mentiria
Dos homens, mataria
Da mesma, morreria.

Diogo Castro
Enviado por Diogo Castro em 28/12/2007
Código do texto: T794420


Comentários

Sobre o autor
Diogo Castro
Jacareí - São Paulo - Brasil, 32 anos
68 textos (2861 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/05/21 19:05)
Diogo Castro