Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Sonho

O minuto se preenche sozinho
e as coisas se completam demais...
A lágrima conforta o seu irmão,
ou faz a paz, ou quem sabe bem mais...

O tempo não se vê nem se toca,
mas se vive – o que importa-
se mede, se esgota, e nunca acaba
mas define vidas enquanto caiba...

O tempo passa, sou mero expectador...
Moça... Casa comigo, sou itinerante,
procuro a minha cara metade...

Tenho a oferecer paz, amor e meu alento.
Já queimei um tempo, mas me resta seiva;
me aceita, moça, me fala...Dá tempo!
Eligio Moura
Enviado por Eligio Moura em 16/05/2019
Reeditado em 17/05/2019
Código do texto: T6648716
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eligio Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1187 textos (27104 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/06/19 07:26)
Eligio Moura