Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Incapacidade

Um filho com vergonha de si, disse uma vez odiar seus próprios desenhos por serem incoerentes, feias e desanimadoras as aparências restadas neles dos traços por ele usados.
Julgando-se seriamente lá em sua inocente essência, um incapaz sem possibilidade por não saber fazer, fazer "bonito", fazer "perfeito" como os "bonitos reconhecidos" e vislumbrados como superiores inalcançáveis. E rendendo-se a essa certeza, tornou-se em sua imagem um real incapaz, projetando-a como tal, também em sua sensação.
Incitando a isso um indagar: "Você não precisa saber fazer, você só precisa fazer. Vocé só precisa viver. [Aqui ninguém sabe].
Saber fazer, é ter técnicas educadas, e isso não se faz necessário a você assim, nesse ponto de causar em ti, tamanho desalento. Técnica educada só é necessária ao covarde que em sua imoralidade, te diz ser um incapaz por não sabê-la, para te incapacitar e ser dessa maneira, mais do que você. Mas ao contrário desse dito, cada um tem sua capacidade (desde que não se julgue, ou aceite de tal modo ser julgado). Desse jeito, todas as obras são maravilhas desiguais, onde cada um possui a forma que faz.
Você não é incapaz no que quer, quando é você que quer.
Mas os incapazes técnicos, querem a tudo incapacitar e igualar matando, quando não exercida dentro da técnica educada que o coloca em um degrau acima na hierarquia, dizendo que não há beleza nessa forma sem a "astúcia" dele aprendida.
Aqui estão dizendo que o outro é incapaz, para buscarem desesperadamente sobressairem-se numa hierarquia que te pisa. É por isso que aqui, a incapacidade diplomada é a única aceita. E isso vem dos ditos diplomas esclarecidos. Que fazem todos subordinarem-se a um esquema de hierarquização por técnicas que só eles reconhecem como legítimas.
Mas incapacidade é a essência do canalha que a fomenta.
Ouvido isso, agora, pense e ocupe ou não a sua mente com o que você quer pintar, mas deixe que ela busque e monte a imagem que você quando achar que está pronta, ou quando achar que já consegue iniciar, faça. E faça, mas despido da imoralidade já te encucada e pinte o que vier, como vier e com os traços que dé. Não tenha medo de como estão surgindo as formas, apenas mexa com elas até ter a firmeza de que estejam a seu gosto.".
Jardel Rod Gonçalves
Enviado por Jardel Rod Gonçalves em 25/06/2019
Reeditado em 25/06/2019
Código do texto: T6681576
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Jardel Rod Gonçalves
Parauapebas - Pará - Brasil, 31 anos
220 textos (1975 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 11:48)
Jardel Rod Gonçalves