Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apenas Palavras



Perco- me quando escrevo ,
Afinal de contas eres meu hobby
Como poeta amador.

São apenas algumas palavras,
Das quais monto e desmonto este poema
Trazendo sentimentos
Para leitores carentes da boa escrita.

Escrevo porque preciso,
Escrever é um vício que trago
Desde os tempos de juventude.

É como um remédio necessário,
Para manter minha sanidade mental .

É minha terapia quase que diária
Na busca da companhia
De estranhos que se tornam amigos.

No recanto das letras disparo meus sentimentos
Seja amor, raiva, admiração , protesto ao time,
Sarcasmo ou até um mero elogio.

As palavras permitem o desconhecido
Ser contemplado como poeta.
Mas cuidado!

A poesia é uma via de mão dupla,
Pois os mesmos que jogam flores,
Amanhã serão os primeiros a jogar pedras
Se não concordarem com sua escrita.

São apenas palavras,
Mas o necessario para dispertar a fúria do leitor,
ou quem sabe ser contemplado em verso e prosa.

Deixo as palavras seguirem o fluxo do meu versejar,
Compondo palavras de amor
Admirando minha musa inspiradora.

A razão do meu querer,
São apenas palavras
Que nascem na mare do meu coração,
Sendo lançadas num oceano sem direção
Cuja maré das criticas transforma ou destroi
Este amante poeta.

O Amante das Palavras
Enviado por O Amante das Palavras em 16/09/2020
Código do texto: T7064444
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
O Amante das Palavras
Nova Iguaçu - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
170 textos (1841 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 06:00)
O Amante das Palavras