Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
- PARTIDA.


Quis me manter lá, tentei fiz mais o que eu pensei e poderia fazer, mas brigar com o mundo, era outra coisa a se viver e que os campos da neutralidade em progressão.


Quando a vi pelo retrovisor, as lagrimas a então rolar, o meu sol, a minha alma que tanto tentou me fez de tolo, deixou eu partir, embora fui, mas física não a levei, espiritualmente sim.
-*-*
Este lugar que compartilho, nos finais de semana, nas noites e nas comunicações foram então suficientes num arquivo tudo compactar, e o meu passado assim guardado.
-*-*
Teu nome como oração, teu lembrar com sorriso, o passo dado, o coração a buscar, a que lugar, posso rezar, uma rua que não tem fim na mente agora cansada do alto a imagem.
elio candido de oliveira
Enviado por elio candido de oliveira em 18/04/2021
Código do texto: T7234836
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
elio candido de oliveira
Ibiá - Minas Gerais - Brasil
4892 textos (171546 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/05/21 01:07)
elio candido de oliveira

Site do Escritor