Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

     
      Na minha rua

Camelôs inquietos na calçada,
uma triste mulher na janela,
das cinzas da madrugada
um boêmio a olhar pra ela.

Choramingo de uma criança,
latidos de cães vadios,
o ancião em lenta andança,
a sós com seus sofridos vazios...

O vai e vem de trabalhadores,
insanidade, a cotidiana confusão.
Jovens a sorrir, sonhadores...
Balbúrdias, alaridos em profusão,

sons incômodos na vizinhança, momentos...
Estridentes sirenas prenunciam,
trágicos e sombrios acontecimentos.
Os sinos tangem e anunciam

o anoitecer na minha rua.
No lusco-fusco, silêncio marca presença
em plenitude, estrelas, nuvens e lua
prescrevem a amarga sentença: 

noites insones, prelúdios de sua ausência.


Maurélio Machado
Enviado por Maurélio Machado em 09/02/2007
Reeditado em 09/02/2011
Código do texto: T374761
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Maurélio Machado
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
9326 textos (1818834 leituras)
2 áudios (1219 audições)
101 e-livros (6622 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 10:53)
Maurélio Machado