Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fria Solidão


No silêncio da noite,
ouço a voz da solidão
me falando de você.
O coração sofrido,
chora sentindo na face
uma lágrima correr.

Sinto frio, e na cama vazia
não tenho como me aquecer
dessa solidão tão fria!
 
Com a solidão eu falo,
me calo, e posso sentir
nessa tristeza sem fim,
que tu, ó solidão,
és a dona de mim!!!





 

MARIA SOCORRO
Enviado por MARIA SOCORRO em 27/03/2013
Reeditado em 04/04/2013
Código do texto: T4209637
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Socorro Teixeira de Castro ( Florzinha)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MARIA SOCORRO
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 67 anos
4144 textos (1301528 leituras)
5 e-livros (3435 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/11/19 03:08)
MARIA SOCORRO