Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Silêncio

   O silêncio se torna ensurdecedor no agito de uma noite turbulenta e na ausência de um amor distante.

    As lagrimas que vem para molhar o rosto verte do que sobrou daqueles olhos brilhantes que refletia a vida e que agora vive mergulhado na escuridão angustiante da alma solitária.

   Até mesmo o vento que trazia seu perfume em um profundo respirar abandonou o seu ofício fazendo com que o silêncio se torne ainda mais agudo para corroer um coração mergulhado no mar da solidão.

   Só o silêncio grita em alta voz aos nossos ouvidos, mostrando mil e uma razões para que sua ausência seja eterna. Assim como o silêncio pode corroer sua alma o amor pode consumir seu coração te aprisionando a solidão.
Francisco Carlos da Silva Caetano
Enviado por Francisco Carlos da Silva Caetano em 30/12/2017
Reeditado em 30/12/2017
Código do texto: T6212905
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Francisco Carlos da Silva Caetano
Almirante Tamandaré - Paraná - Brasil, 31 anos
147 textos (7868 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 06:24)
Francisco Carlos da Silva Caetano