Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ULTIMOS DIAS

O lar ja nao está lá,
ja nao habitas a mesma morada,
o asilo ha recolhestes.
Amigos, familia, nao se via.
A terra onde crescestes ficara longe.

Há esperancas?
Ela nao sabe,
mas ela espera.

Na cadeira que a puseram, ela espera.
Espera que o pouco de vida que lhe resta
mate a saudade que dilacera.
Espera que a terra natal a abencoe.
Ela nao quer mais pao, ela quer o sabor de seu povo

E assim, sentada na cadeira,
ela parte com a esperanca de saboriar, pela ultma vez,
a comida doce de sua infancia.

Ana Cristina Magalhaes
Enviado por Ana Cristina Magalhaes em 12/06/2019
Código do texto: T6671168
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Cristina Magalhaes
Hardheim - Baden-Württemberg - Alemanha, 45 anos
6 textos (135 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/06/19 19:07)