Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Breve

É assim, acho que não mereço o carimbo de deus, aqui nesse inferno, deus se chama cérebro, o Reino e os céus, são para acreditar somente.
Por quê? Por que ser vítima o tempo todo.
Por que tenho que fugir dos outros humanos?
Essas mãos, vão ter que fazer o serviço, pinceladas finas, exatas.
Serão cores de alívio e respiração.
No escuro em nós, todos os terrores existem, sem as gotas de luz que sobram da vida, vivo esse horror eterno, meus monstros, me devoram lentamente, porém sangro sem cessar, escorrem os sonhos, coagulam no chão os desejos, e eu não mereço, sequer misericórdia.
Sei quem são, escuto seus medos, carrascos do pavor, peço humilde, sem levantar os olhos, baixinho imploro, me coloco seu, mas, desça breve a mão negra dos escolhidos.
Thiago Herek
Enviado por Thiago Herek em 11/09/2018
Código do texto: T6445936
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Herek
Londrina - Paraná - Brasil, 40 anos
162 textos (3562 leituras)
3 áudios (59 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 20:28)
Thiago Herek