Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu eu:



Quando eu for um dia, só o caule sem flor.
Só pétalas jogada ao vento.
Só poeira ao relento.
Serei um pouco de tudo que vivi, serei a sobra das minhas forças.

Mas ainda assim, se eu continuar respirando, eu estarei tentando, ora volto  a florescer.
Mas se no ar eu me perder, um pássaro de fogo eu haverei de ser, e desse repouso, eu vou renascer.

Eu recomeço, quantas vezes precisar.
 Sou flor em busca da luz.
Sou pássaro em busca do céu.
Sou borboleta rodopiando e pairando num girassol.
Dentro do meu mundo, posso ser, o que eu quiser.

E ainda que eu pegue a rota errada, serei eu,  um camaleão.  Me viro de acordo com a razão.  E ainda que eu chegue ao  final da linha, serei eu, uma eterna poesia.
Autora #Andrea_Domingues ©

Andrea Domingues
Enviado por Andrea Domingues em 18/12/2018
Código do texto: T6530211
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrea Domingues). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andrea Domingues
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, 39 anos
372 textos (5584 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/19 14:59)
Andrea Domingues