Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Música do Silêncio

 
A Música do silêncio

Caminho pelas ruas silenciosas da minha mente
Não há placas de "pare", ou "proibido transitar"
Todas as vias são de livre acesso, literalmente
Podendo explorar todas as partes.

Demoro-me, nas mais prazerosas
Ignorando as feias e mal iluminadas
Na rua do amor eu faço festa, e me torno poderosa
Não piso no ódio, ele é confinado.

No perdão, eu planto flores
Na paixão, ligo a eletricidade
Algumas ruas são desconhecidas, mas parecem promissoras
Olho com curiosidade
Prometendo voltar mais tarde.

Tenho em mim, um mundo misterioso
Um mundo de canções silenciosas
Cada canção, é um sonho audacioso
Algumas são pesadelos perniciosos.

Mas eu afino meu instrumento
Com uníssonos, intervalos e ressonâncias
Para que a música se torne harmoniosa, e toque os sentimentos
E assim, eu sigo...Com algumas discrepâncias
Caminhando e escrevendo as partituras da minha vida.

Raquel G Morais, 30/06/19.
 https://poesiasenigmaticas2.blogspot.com

La musique du silence

Je marche dans les rues silencieuses de mon esprit
Il n'y a pas de "stop", ou "pas de circulation"
Tous les itinéraires sont libres d'accès, littéralement
Être capable d'explorer toutes les parties.

Je prends mon temps, dans le plus agréable
Ignorer le laid et mal éclairé
Dans la rue de l'amour je fais la fête et je deviens puissant
Pas terrassé par la haine, il est confiné.

Dans la rue du pardon, je plante des fleurs
En passion, j'allume l'électricité
Certaines rues sont inconnues, mais semblent prometteuses
Je regarde avec curiosité
Promettant de revenir plus tard.

J'ai en moi un monde mystérieux
Un monde de chansons silencieuses
Chaque chanson est un rêve audacieux.
Certains sont des cauchemars pernicieux.

Mais j'accorde mon instrument
À l'unisson, intervalles et résonances
Pour que la musique devienne harmonieuse, et touche les sentiments
Et oui, je marche ... avec quelques divergences
Marcher et écrire, les partitions de ma vie.

Raquel G Morais, 19.
Imagem do Google.

Versão de Fhillippe Lagachette

Ouça esta melodia,
 Quem nos teleporta
 Vamos abrir nossos braços para a vida
 Esses sonhos que nos carregam.

 Perdoe sem esquecer,
 Difícil de exercitar,
 Esquecendo-se sem perdoar
 Muito fácil fugir.

 Nossos diferentes olhares,
 Que esses seres mortais,
 Nosso mundo é empolgante
 Nós somos imortais.
Raquel G Morais
Enviado por Raquel G Morais em 02/07/2019
Reeditado em 09/07/2019
Código do texto: T6686737
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Raquel G Morais
Aparecida do Taboado - Mato Grosso do Sul - Brasil
55 textos (972 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/19 22:04)
Raquel G Morais