Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desesperança

Mais um ano
como os outros
iguais todos os outros
nada peculiar
os mesmos meses
semanas
dias
horas...

É nada para os historiadores
tudo para um doente
ouro para a criança
brasa para os endividados
e mentira para os políticos

Mais um ano
menos uma barba
um chocolate
e uma ereção.

Mais um ano
a morte que se aproxima
a coluna que dói
a lua ainda é a mesma
e o sol me parece mais quente

Mais uma ano
e nada de novo
só essa passagem chata
com festas mentirosas
inimigos amigos
amigos inimigos
gente bêbada
abobada
humana

Mais uma ano
mais arrependimentos
menos dinheiro
mais medo
menos Estado
mais mercado
menos direitos
mais desempregados
corpo cansado
fígado maltrato.

Mais um ano
tudo como antes
até a mentira:
vai melhorar
tenha esperança
vai dar certo
segue firme
tudo passa...
mas só os bobos acreditam.
Lúcio Alves de Barros
Enviado por Lúcio Alves de Barros em 31/12/2019
Código do texto: T6830957
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Lúcio Alves de Barros
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
478 textos (57381 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/05/21 04:10)
Lúcio Alves de Barros