Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O tempo e a vaidade

E no tempo as cores vão se misturando
Com o arrebol da vida. Quanta saudade!
Recordando eu vejo a minha mocidade...
Enquanto dela em versos vou chorando.

A vaidade é a minha pérfida conselheira...
Fala-me ao ouvindo notícias tão estranhas.
Queima o tímpano e fere-me as entranhas.
Mas é a minha fiel e pronta companheira...

Enche o meu coração com o tolo egoísmo...
Me faz duvidar que existe o belo e virtuoso.
Mostra-me do orgulho o rebento monstruoso
Quando arrasta o meu espírito para o abismo.

Ainda que esta seja a testemunha impoluta
Da minha efemeridade, caro tributo cobra...
Essa estupidez, mais meu desespero dobra
Fazendo-me experimentar a perda absoluta.

Assim a fluidez do tempo vai se sublimando
Na criatura. A me perpetuar no denso escuro
Não aproveito a vida. Vivo temendo o futuro
Enquanto em poemas choro. Lamentando...

Adriribeiro/@adri.poesias

 
Adriribeiro
Enviado por Adriribeiro em 04/05/2021
Reeditado em 05/05/2021
Código do texto: T7248373
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Adriribeiro
Arauá - Sergipe - Brasil
512 textos (9521 leituras)
1 áudios (43 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/05/21 10:54)
Adriribeiro