Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coisas de esquina

Mãe de alberto, ex-mulher de esquina,
É também mãe de Gilberto,
De Paulo e de Paola.

Alberto; Filho de Bebeto, o marido.
Gilberto; Filho de José, amigo de Bebeto.
Assumido por Bebeto, Silêncio!

No segundo casamento, com Benêdito,
Veio Paulo, Filho de Paulo, segurança da casa.
Veio ainda, Paola,
Que assumiu a homosexualidade em seu décimo quarto ano,
Junto ao filho do segurança.

São irmãos, mas o incesto é secreto.
Se é secreto, é correto,

Assim como Gilberto, de trinta,
Pai da filha de empregada, de quinze.
Sim, ele se lembra, ela de quatro.

Parece pesado,
Mas o peso vem desta pequena cabeça,
Que com tão pouco,
Se esquenta.

E nem falei do pobre na esquina,
Do seu vidro fechado, também na esquina.
E de sua maldade,
Que de medo não adormece,

Com medo do seqüestro,
E dos centavos a menos,
Que podem sumir na esquina.
Bruno Fernando
Enviado por Bruno Fernando em 12/08/2008
Reeditado em 08/06/2011
Código do texto: T1125363
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Bruno Fernando
São Paulo - São Paulo - Brasil, 38 anos
74 textos (2929 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 16:10)
Bruno Fernando