Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Natal

Natal
Iolanda Brazão

O Natal chegou
Mais um ano se passou
E esta festa de alegria
Para poucos
E tristezas
Para muitos
Que deveria ser de solidariedade
Humanidade
Cumplicidade
Espontaneidade
Partilha
Passa a ser de crueldade
Barbaridade
Enquanto em  algumas mesas
Champanha, caviar!
Bacalhau do porto
Mil e uma variedades
Em outras nenhum grão
Tristeza
Fome
Solidão
Desigualdade
Presente não há
Muito menos futuro
Não há como sonhar
Vivendo de pesadelo
Medo
Discriminação
Então como sorrir
Festejar
Glorificar
Se há sempre alguém em algum lugar
Nesta hora a chorar
A implorar
Por um pedaço de pão.
Iolanda Brazão
Enviado por Iolanda Brazão em 07/12/2006
Código do texto: T311941


Comentários

Sobre a autora
Iolanda Brazão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
346 textos (33068 leituras)
3 áudios (634 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 20:06)
Iolanda Brazão