Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alvorada Suspensa



 

 

 

 

 

 

Dia de cinza

profunda

infinita

 

 

O meu labor de poeta

é destrinçar

cada fibra de ousadia

 

 

Remendar sem agulha

a alma

a vida

 

 

Apelando à consciência

colectiva

por amor à vida.

 

 

 



 

 

 

Lutemos contra o Armamento Nuclear!

 

 

 
Lisboa, 6/8/2005

 

Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 06/08/2005
Código do texto: T40742
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Petronilho
Almada - Setúbal - Portugal, 68 anos
1277 textos (137236 leituras)
60 áudios (14444 audições)
9 e-livros (6392 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/20 12:22)
Maria Petronilho

Site do Escritor