Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pobres Seres

Ai! Das tolas tardes,
Que caem serenas e melancólicas
Invadem a alma destes pobres seres
Perdidos na sua retórica.

É umbroso o som de suas palavras
Vagas de sentimentos
Ai! Destes pobres seres.
Quebrantando-se em seus lamentos

Sua quimera arrebatada
Pela desordem dos pensamentos
Que lhes ferem com hostilidade
Lançando-vos ao relento

Mas se entregam e choram,
Desgastadas lágrimas de amargura
Não enxergam suas próprias vidas
Nunca agem com candura

Ai de vós!
Que mais vos direi?
Vos libertam do que estais cativos!
Levantai-vos pobres seres!
Lembrai-vos, que ainda estão vivos.
Moisés Lopes
Enviado por Moisés Lopes em 11/03/2007
Código do texto: T408862
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Moisés Lopes
Curitiba - Paraná - Brasil, 36 anos
305 textos (13738 leituras)
2 áudios (143 audições)
1 e-livros (71 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 22:34)
Moisés Lopes