Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Esfomeando

A tristeza bateu à minha porta
Tinha o rosto de criança desnutrida
E Pediu-me de mãozinha estendida
As sobras do meu prato de torta

Eu lhe dei o resto do meu prato
E a vergonha era tudo que eu tinha
Por me ver travestido em fino trato
Ter tão pouco, mas ter mais do que ela tinha

A propaganda contra a miséria e a fome
Não faz mais do que servir de estética
Quem a cria a conhece só de nome
Fica sendo uma situação patética

Se o dinheiro dos impostos que pagamos
Não parasse em mãos inescrupulosas
Desviado ou roubado assim digamos
Fome e miséria seriam apenas prosas

Mas que nada, tudo não passa de papos
Da propagando que se mostra engraçada
E as crianças disputando com os ratos
O pão mofado que no fim vira piada

Esfomeando/Farias israel
Farias Israel
Enviado por Farias Israel em 29/12/2017
Reeditado em 29/12/2017
Código do texto: T6211851
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Farias Israel
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
213 textos (2623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 23:10)
Farias Israel