Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paradoxo

Ontem, os meus olhos assistiram
a morte de uma criança abandonada.
Criança que certamente morreu
com fome de alimento e carinho...

Imensa e profunda foi a revolta
que os meus olhos sentiram,
que inúmeras e incontáveis lágrimas
lhes inundaram copiosamente...

Entretanto, diferente dos meus olhos,
que se revoltaram e choraram,
as minhas mãos nada sentiram
e permaneceram totalmente omissas...

E não doaram o amor e o carinho,
a solidariedade e o alimento,
que provavelmente teriam salvado
aquela criança abandonada!

Odeon Alves de Almeida
Enviado por Odeon Alves de Almeida em 03/12/2019
Reeditado em 03/12/2019
Código do texto: T6809543
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Odeon Alves de Almeida
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 57 anos
227 textos (5142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 17:43)
Odeon Alves de Almeida