Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Social escombro




Venham a cá  minhas crianças
Deitem nos meus braços
Gelados, da desesperança
A inconseqüência real
Dessa falsa liberdade
Que sem mimos, tratos ou carinhos
Aos montes ficam nas cidades
Os frutos omissos da nação.
Que por não terem oportunidade
Hoje brincam, rolam e deitam pelo chão
Desta curiosa arquitetura
Que oferece seus cantinhos.
Ainda é cedo pra pensar?
Se é, entre todos os tipos de abandonos
Com nossas mulheres e crianças
Vamos passear!!!
Talvez quem sabe, nesse social escombro
Num segundo de vergonha
Possamos nos identificar.

Vicente Freire – 09/09/99
Vicente Freire
Enviado por Vicente Freire em 21/10/2007
Código do texto: T704074


Comentários

Sobre o autor
Vicente Freire
Belford Roxo - Rio de Janeiro - Brasil, 66 anos
294 textos (24239 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/02/21 07:42)
Vicente Freire