Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Morbidez

Me desculpe
Estou fraco demais
Para seguir adiante
E como se não fosse o bastante
Estou em silêncio
Silenciando todos os silêncios
Que se agitam dentro de mim
Não quero ouvir minha voz
Não posso desatar esse nó
Como sempre, não tenha dó
Deixa que a noite resolva tudo
Se fico assim mudo
É porque já cansei de gritar
Ou cansei de me lamentar
Sobre coisas que não posso resolver
Pode não parecer justo
Mas é mais digno morrer
Do que outra vez sofrer
Então me desculpe
Realmente estou fraco
Desde que perdi seu abraço
Meu corpo não quer mais aquecer
E esquecer eu não posso
Só posso ficar calado
Abatido e oculto pela penumbra
Essa desesperança que vislumbra
Em minha retina quase opaca
É meu último gesto
Ainda que seja indigesto
Eu digo que cansei
Se por isso não podem me perdoar
Eu entendo que não podem entender
Como é triste não ter afeto
Ainda que meu coração seja modesto
Esperei demais, eu sei
Esperei demais sabendo que nada teria
Mas quando chegar o derradeiro dia
Partirei lembrando de ti
E com essa lembrança
Eterna em meu coração
Saberá que nunca te esqueci...
Paulo Raven
Enviado por Paulo Raven em 14/02/2020
Código do texto: T6866138
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Paulo Raven
Longyearbyen - Svalbard - Svalbard
204 textos (8125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/04/20 21:21)
Paulo  Raven