Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
MEU BRASIL

Minha terra querida
País abençoado
Como diz o refrão de uma canção
Moro num país tropical!
Abençoado por Deus
Bonito por natureza!
No verde exuberante das matas
No colorido alucinante de suas aves
Na transparência luminosa do mar...
Da mistura de tantas raças
Surgiu esse povo alegre hospitaleiro
Que sofre mas não se deixa abater
Muitos, esperam o carnaval chegar
E na avenida seus sonhos realizarem...
Nossos rios cachoeiras
Fauna, flora, cerrados
Geografia privilegiada
Beleza igual?
Acho que não há!
Não foi sem razão
Que aqui ao aportar
Povos colonizadores
Essas terras, não quiseram mais deixar!
Além da beleza natural
Uma enorme reserva mineral
Ouro em profusão
Pedras preciosas, que cintilavam
Pau brasil, peroba, mogno
Frutas caindo pelo chão
Quanto tesouro nesse rincão!

Os seus habitantes naturais
Indígenas, gente guerreira, homens fortes
Pele morena e lisa, crianças de olhos amendoados
Raça que cultuava o sol a lua o trovão
Tiravam do solo das águas e das matas
Somente os alimentos necessários
Respeitando o ciclo natural da evolução
Com o tempo, a ganância do homem branco
Nossos indígenas foram sendo dizimados
Hoje restando tão pouco, ou quase nada
De um povo que na verdade
Eram os donos, dessa grande nação
Nesse país tão grande, existia lugar para todos
Não havia necessidade de tamanha atrocidade
Aos nossos irmãos indígenas, que ainda sobrevivem
Também em memória dos que aqui, já não estão...
Pois foram vitimas de uma
Vergonhosa, irrefreável ambição
Deixo externado...
Humildemente… meu pedido de perdão!

30/ 03/ 2004
Praia Grande/ SP
Respeite Direitos Autorais.


 

 
Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 02/02/2005
Reeditado em 22/09/2020
Código do texto: T3333
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Serra Negra - São Paulo - Brasil
947 textos (103118 leituras)
147 áudios (14205 audições)
12 e-livros (3173 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/20 23:57)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor