Tarde na Calçada

Numa tarde ensolarada te encontrei

Estavas a caminhar pela calçada .

Aproximei de mansinho e te olhei

Como se olha uma flor abandonada.

 

Numa tarde fria mas gostosa eu te vi,

Passeavas na calçada despreocupada.

Eu me aproximei e bebi do mel da flor

Em pensamento elástico, plácido ouvi

Teus passos a afrontar os meus.

 

Numa tarde que dormia eu te beijei

Calidamente a sentir um cheiro de jasmim.

A flor abriu suas pétalas para o meu jardim.