Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Banho

Súbito, ela entrou no meu banheiro.
Estremeci, mas não disse nada.
A água do chuveiro
descia descarada
e escorria por todos os seios,
os seus e os meus,
e os nossos meios;
e as nossas coxas, ensopadas,
afastavam-se à procura
de alheias mãos espalmadas
que nos alisassem safadas
e penetrassem intrusas,
com unhas femininas,
depois, com línguas absurdas,
mudos lábios e cegas nádegas
para que nada saísse de um banho,
no mundo, tão sujo quanto nós duas .
Saulo Pessato
Enviado por Saulo Pessato em 01/04/2015
Código do texto: T5190864
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Saulo Pessato
Campinas - São Paulo - Brasil
2835 textos (65567 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/01/20 05:44)
Saulo Pessato