Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O infinito fortuito do gozo.

E atravessei as portas,
te sabendo perto,
devassando o meu sonho,
com a luz do deserto,
que ao tempo não interroga,
quando o amor é uma droga,
todo o inferno e os arco-íris da yoga,
completude e incompletude,
em toda latitude e longitude,
apenas nossas bocas conhecendo o néctar,
do infinito fortuito do gozo,
dos olhares esgazeados,
pelo profano e pelo sagrado...
Quando pela vida nos tornamos tarados.
Celebrando o cântico e não o esporro,
ouvindo pelo mundo,
só pedidos de socorro....
Barthes.
Barthes.
BARTHES
Enviado por BARTHES em 27/11/2018
Código do texto: T6513336
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BARTHES
Arapoti - Paraná - Brasil
478 textos (5788 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 06:08)
BARTHES