NA ELOQÜÊNCIA DO AMOR...

No mundo colorido do nosso amor

Desfrutamos momentos lindos!...

Envoltos em cores e brilhos infinitos...

Momentos de felicidade extrema

Partilhando instantes únicos, prazerosos!...

Fazendo loucuras inimagináveis

Loucuras que o tempo nos deu direito...

Entregues aos devaneios da alma

Aos sonhos por nós edificados

Possuindo-nos totalmente, sem limites!

Corpo e alma entrelaçados...

Como pássaros voamos ao êxtase do prazer

Pairando no ar para saborear dos sentidos

Viver cada segundo com intensidade

Loucos de paixão e desejos incontidos

Nos deixamos arrastar por este vendaval

Sem querer saber do mundo lá de fora,

Importando o infinito entre quatro paredes

A intensidade com que nos entregamos

A vivacidade com que nos possuímos...

A irreverência a ocupar do mesmo espaço

Na inconseqüência do adolescente

Somos companheiros inerentes...

Como amigos partilhando o que temos

Irremediavelmente unidos no que somos...

Por tudo que almejamos perpetuar no coração

Vamos ultrapassando todas as barreiras

Nosso único desígnio é viver intensamente

Este fogo que nos desgoverna a razão

Nos arrebata e nos faz desejar superar o tempo

Desfrutar deste querer enquanto existirmos

Na verdade mais eloqüente do amor

Enquanto em nós houver um sopro de vida

Sermos amantes, eternos apaixonados!...

Entregues ao prazer do sentir a felicidade suprema...

Santo André

SP-BR

19.03.2005

CARMEN CRISTAL
Enviado por CARMEN CRISTAL em 08/04/2005
Código do texto: T10299
Classificação de conteúdo: seguro
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.