LET IT FLOW...

Corpo adentro,

a alma aflora.

Teu corpo é canoa

em que desço

mundo afora,

vida abaixo,

morte acima,

não desejo outra sina:

busco o naufrágio,

enquanto me entrego à deriva.

Mergulho mais fundo.

Naufrago.

E quanto mais morta,

mais viva.

Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 08/04/2005
Código do texto: T10349
Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.