Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A BONANÇA VOLTOU...



...”Agora, que a tempestade partiu”,
...”Volto a agarrar a vida!”.

Aproveitando o mote deixado por Ilona Basto em seu poema “A Tempestade partiu” ...



Ato-me à vida
Como a última saída
Para ser feliz!

As luzes da alegria
Ofuscam o breu da tempestade
De quem nem ficou saudade
Quero esquecer!

A tranqüilidade da lua
Prateando céu da noite
Fustiga-me em açoite
Dizendo para eu ser feliz

Ah! As benesses desta existência
Sempre nos dão guarida,
mas não pedem clemência
A responsável por mim sou eu
Tenho obrigação de me fazer
Entender que o que há de melhor
Para ser vivenciado é meu!
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 08/04/2005
Código do texto: T10378


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
11345 textos (952748 leituras)
16 áudios (8941 audições)
311 e-livros (34558 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/07/20 12:45)
Denise Severgnini