Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SINFONIA DO DESALENTO




A música ecoou no horizonte distante
E o som anulou o tanger dos sinos
A Ave Maria rezada foi esquecida
Nas agruras de planetas em mendicância
Ruiu o templo, na indiferença ...

As pedras rolaram, mas não perderam o limo
As cantilenas das aves desfalecidas inverteram-se
Plúmbeo céu, de matizes gris,mitigou-se
O alvoreceu da vida não mais existe
Que cenário mais triste!

A orquestra resvalou no acorde da valsa
O balé invertido tropeçou quimeras
As primaveras foram olvidadas
Os invernos renasceram desnudos

A sinfonia irromper nos tímpanos das almas sós
Desalentou a vida, que finalizou jazente e atroz





Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 09/04/2005
Código do texto: T10526


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
11345 textos (952187 leituras)
16 áudios (8940 audições)
311 e-livros (34553 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/06/20 02:14)
Denise Severgnini