Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ponto de fuga



Um dia vou traçar uma reta
Uma linha incerta
À mão livre... no sentimento
E nesse momento
Por ela seguir
Sem o recurso da régua
Vou deixar fluir...
Será minha trégua
Numa estrada em aberto
Meu croqui em aquarela...
E se um vento invadir os meus traços
E se as folhas encobrirem meus passos
E uma ventania revirar meu papel
E um grão de areia virar um cisco
Eu pingo uma lágrima do pincel
Prá enganar a dor do risco...
E sigo em frente
Em busca do tal infinito
Num azimute qualquer
Numa linha do horizonte
E num ponto de fuga
Encontrar um refúgio
Um bater de asas na tela
Branca, azul ou amarela
Que aos meus olhos possa surgir
Como a janela de Adélia
E quem sabe por ela
Eu possa fugir...



(...Ô janela com tramela, brincadeira de ladrão,
clarabóia na minha alma,
olho no meu coração... Adélia Prado )



Cristina Nunes
Enviado por Cristina Nunes em 02/02/2006
Reeditado em 02/02/2006
Código do texto: T107071


Comentários

Sobre a autora
Cristina Nunes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 63 anos
421 textos (33810 leituras)
9 áudios (1010 audições)
2 e-livros (97 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 30/09/20 01:12)
Cristina Nunes