Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENQUANTO A MANHÃ NÃO CHEGA



 
No seu deslizar – diria quase rude,
Pela firmeza bem definida
Com que o faz – o barco nocturno
Move-se vagarosamente nas águas,
No súbito despertar do sol da manhã.


Jorge Humberto
(16/10/2003)
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 13/02/2006
Código do texto: T111297

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 55 anos
2665 textos (70164 leituras)
22 áudios (950 audições)
13 e-livros (553 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 02:06)
Jorge Humberto