Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu temia agora, nas trevas da noite

Como sob as trevas da noite existe
A quem teme a calma escuridão
Eu temia agora, nas trevas da noite
A falta eterna de ti, a pior solidão.

E essa solidão não é a solidão boa
Aquela que nos faz no fundo pensar
Solidão boa é a que tras a tristeza
Mas essa solidão é a que sabia matar.

Essa solidão é a que nos invade a cabeça
E como se explodindo transborda a dor
Eu temia agora, nas trevas da noite
Que a ti eu tivesse cedido meu amor.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 15/04/2005
Código do texto: T11451


Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 35 anos
958 textos (33167 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/07/20 09:17)
Júnior Leal