Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRESSÁGIO

(letra "G")

Na viagem surgiu enérgica vertigem,
Quando margeava a gélida barragem,
Não teve coragem de registrar a origem,
Do relógio que refugiava na embalagem.
 
No congestionamento do pedágio,
Afligiu-lhe vertiginosa friagem...
O agente exigia ágil abordagem,
Tal qual registrara o seu presságio.
 
A megera foi pega em flagrante,
Algemada e confiscada sua bagagem,
Reagiu, tentou fugir, levar vantagem,
Outra vez a abordagem foi fulminante.
 
Queria revelar ser só uma clonagem,
Frágil bobagem para seu uso mágico,
E se ele não engolisse sua chantagem,
Seu plágio seria ainda mais trágico.
 
Ameaçou regurgitar no genioso sargento,
Alegando possuir doença contagiante...
Seu fingir não causou constrangimento,
Sugeriu apenas agir sob farsa gigante.

Clara Strapazzon
Enviado por Clara Strapazzon em 01/09/2008
Código do texto: T1156336

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Clara Strapazzon
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
228 textos (29664 leituras)
9 áudios (1155 audições)
1 e-livros (37 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/19 23:13)
Clara Strapazzon