Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prisma infantil

Quando criança era
Não conhecia a maldade
Desconhecia a verdade
Sorria por leviandade
Era primavera

Quando a morte conheci
Morreu a criança em mim
Esqueci o cheiro da jasmim
Era tudo medo enfim
O inverno fez-se vir

Quando adulto sou
Vejo a vida em seu tom febril
Mas procuro um prisma infantil
Para que retorne o azul anil
A primavera reaflorou
BOI (Luciano Alencar)
Enviado por BOI (Luciano Alencar) em 27/02/2006
Reeditado em 25/06/2007
Código do texto: T116582
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
BOI (Luciano Alencar)
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
246 textos (27128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/04/21 12:18)
BOI (Luciano Alencar)