Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não é segredo nenhum

Poema baseado no excelente e negro tema dos U2 “The Fly”

NÃO É SEGREDO NENHUM

Não é segredo nenhum
Que um artista vive da imensidão
Procura no negro fora de si
O negro que lhe sirva de guião

Para o livro ou o filme
Da sua existência
Procura-o com todas as suas forças
Com toda a sua persistência

E vai ao fundo do poço
Ele é prostituto e ladrão
Dá-se a quem lhe der algo
Rouba a quem a si não der vazão

Porque precisamos de ir
Para qualquer lado
Abeirando-nos de tudo
Mesmo do proverbial pecado

Que nos indica desde o berço
Que há uma linha entre o bem e o mal
Por nós eventualmente ultrapassada
Quando o fim parece o começo

E perdemos assim a orientação
Resta-nos o instinto do que fomos
Para nos devolver
A hipotética e duvidosa razão

Tudo vale pois a pena nesta luta demente
Em que se batalha
Para que o nosso nome não fique apenas no presente

As trevas são pois tão legítimas
Como a luz
Pois as trevas podem-nos abrir portas
A que nem sempre a luz conduz

A alegria é um dom
O sofrimento uma bênção
Pois é no fundo dele
Que pode vir a melhor inspiração

E quando o mundo parece estar a acabar
Só resta o produto do que somos
Para nos salvar
O sonho é mandamento absoluto
Que impede que a dura lei da vida
Nos possa matar



Cada linha é uma odisseia
Cada composição uma eternidade
Canibal
Que a nós tudo nos pede
A força da interioridade
Pois a Criação
É uma Deusa
Da qual somos fieis seguidores
A ela sacrificamos tudo
Pois é ela que nos vai perpetuar
Pelos corredores
Da posteridade
Lembrança do que fomos
E do que sentimos
Entre a multidão apenas um
Quando formos apenas pó
Ela será o fundamental testemunho
De que realmente Existimos

Não é segredo nenhum

Poema protegido pelos Direitos do Autor
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 05/03/2006
Reeditado em 16/03/2006
Código do texto: T119215


Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5545 textos (188515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/04/21 06:15)
Miguel Patrício Gomes