Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sob a janela, as cordas

Um perfume de acácias
e uma primavera de ventos frios.
Sob a janela os acordes de dedos ágeis
perfuram minha alma e me fazem sonhar.
Todos os sonhos de uma natureza
que adormece sombreada por nuvens...
Todos os meus sonhos, envoltos na singeleza,
procuram o branco do luar.
E a música das cordas baila com o vento
entra em minha veia, corrompe os meus sentidos
e o pulso antecipa.
Sonoridade. Noite bela.
Sob a janela
cordas me enfeitiçam.
Semitonal perfeito.
Asas aos sonhos
porque esta noite
o vento, rarefeito,
parou para escutar...
Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 25/09/2008
Código do texto: T1197010


Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
510 textos (26807 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 07:59)
Dora Leal