Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PIPA NOS CÉUS DA BARRA

Arco de rio-mar,
aberturando o sol,
na manhã de cristal.

À beira da piscina,
a pandorga supimpa
ganhou rumo nos céus.

O meninão olhou-a
bem na ponta do fio,
orgulhoso de tê-la
e pimpão de exibi-la.

Distante, lá, no ar...

O vento fustigou
maquinal, delirante
e majestosamente
o engenho de papel.

Outros meninos mais
acorreram a ver
a pipa e, de repente,
ei-la calma, serena...

Quão formidável farra!...

Nas amplidões do espaço,
aos olhos deslumbrados
dos banhistas da Barra,
o céu virou o circo
mais festivo do mundo.

Fort., 17/10/2008
Gomes da Silveira
Enviado por Gomes da Silveira em 17/10/2008
Código do texto: T1234188
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Gomes da Silveira
Fortaleza - Ceará - Brasil
3220 textos (146294 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/05/21 19:49)
Gomes da Silveira