Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 

I

"Esse é um tempo de homens
partidos";
as luzes se apagaram:
eclipses em minh'alma .
há tempos não faço poemas
com plumas,espumas
sanduiche
de arco-íris e ternuras;

arquepélago de ruidos
sangrou nas calçadas
ninguem ouviu!
Meus olhos lacrimejam !

II
Os dias rasgando
comendo meus ossos;
estou sozinho no mundo?
Sísifo folheando calendários,
não sabe do sol
nem de suas praias!

Pasárgada , túmulo entre
escombros,
delicados ventos
me consomem e assombram.
Recolho-me tétrico sob
luz de vela.

III

Há tempos não engravido um poema :
de sândalos/figos/amêndoas e ben-ti-vis
esvoaçantes;
meu verso é
magro,
cansado,
raquítico,
medroso,
melancólico;
a tarde morde e cospe vísceras
enlouquecidas;

não há flores pra te dar,
apenas agulhas e um punhado
de tempestades

Prof Sebah Andrade
Enviado por Prof Sebah Andrade em 19/10/2008
Reeditado em 19/01/2010
Código do texto: T1236241

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Prof Sebah Andrade
João Pessoa - Paraíba - Brasil
50 textos (6795 leituras)
3 áudios (190 audições)
1 e-livros (109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/05/21 19:05)
Prof Sebah Andrade